DESCRIÇÃO

Nome cientifico: Eichhornia crassipes

Familia: Pontederiaceae

Nome comum: Jacinto-de-agua ou aguapé

Origem: América do sul (bacias do Amazonas e Orinoco)

O Jacinto-de-agua, ( Eichhornia crassipes) é uma planta aquática de grandes folhas e vistosas flores lilás. As folhas têm pecíolos esponjosos que funcionam como flutuadores porque possuem um tecido com celas cheias de ar que permitem que a planta permaneça na superfície, agrupando-se em grandes formações de raizes entrelaçadas.

 A floração dura um par de dias, as pétalas têm orgãos de produção de néctar (néctarios) para atrair insetos como as abelhas que realizam a polinização, facto já comprovado no Guadiana. Ainda que também se conhecem processos de polinização sem insetos polinizadores através do vento ou da autopolinização, porque esta especie é autocompatível ( Gomal, 1987), que é uma estratégia típica de adaptação à colonização de novos meios. Cada planta forma uma serie de frutos (cápsulas), em numero de até 20 por inflorescência.

Cada uma pode conter de 3 a 450 sementes, que têm aproxidamanente 1x3mm. As sementes precisam de não ser enterradas  para a sua germinação (altas taxas de luz) e temperaturas alternadas (5-40ºC) (Gomal, 1987), (Estudo do banco de sementes de Eichhornia crassipes na bacia do Guadiana).

Habita em lagoas e rios, especialmente aqueles enriquecidos com nitrógenio e fósforo. A temperatura ótima de crescimento é de 25-30 º. O crescimento cessa quando a temperatura da agua é superior a 40ºC ou inferior de 10ºC, sendo capaz de  tolerar curtos periodos de congelação.

Propaga-se vegetativamente e por semente. Depois da floração, o pedúnculo curva-se e os frutos amadurecem, pelo que as sementes caem inicialmente dentro da agua. São sementes capazes de germinar imediatamente mas podem ficar em dormência durante 15-20 anos e germinar então. A germinação estimula-se por condições de aerobiose e temperaturas alternadas. Isso acontece quando se dão fenómenos bruscos de descida  do nível das aguas, tanto em rios como em  arrozais.

Inicialmente, as plântulas enraizam-se na lama, mas às vezes são arrastadas ou flutuam e são mudadas para locais diferentes. Desde estádios muito iniciais de crescimento, as gemas axilares de crescimento das folhas mais maduras têm a capacidade de se transformar em estolhos que crescem horizontalmente e formam plantas-filhas.

EIchhornia crassipes tem folhas que realizam a fotossíntese de uma maneira particular ( fotossíntese C4). Isso a faz uma planta altamente eficiente, com taxas de crescimento que foram calculadadas de 1.012 a 1.077. Outros estudos sugerem que a sua capacidade de aumento de biomassa é superior a 12% por dia. O tempo necessário para duplicar o seu número de indivíduos ou a biomassa varia entre 6 e 15 dias. A produtividade pode ser também expressa em termos de 100-500g de peso fresco por metro cuadrado e dia. A biomassa total pode ser de até 42kg por metro cuadrado ou 420 toneladas de peso fresco por hectare. Como o peso seco é normalmente do 5-7%, isso representa um 2,5% de peso seco por metro cuadrado ou 25 toneladas de materia seca por hectare.